14 de nov de 2011

Tristeza de acreditar na máquina

Não acredito que aconteceu comigo.

No auge de poético texto concluído,
a tela se fecha por um problema físico!

Ele se vai, e eu, sozinho, fico...

Um comentário: