17 de mai de 2012

Cru


Pro homem-sexo:

Quando ela preferir os tapas
às investidas violentas,
não siga em frente,
alguém já trilhou esse caminho.

Pro homem-amor:

Quando ela preferir a Coca-Cola
às declarações (ainda que hiperbólicas)
não sinta tanto
alguém já não vê, na cama, o ninho.

Pro sexo:
siga em frente.

Pro amor:
não sinta tanto.



Nenhum comentário:

Postar um comentário